O coração do Shin

postado por Templo / 01 comentários

O Shin Budismo da Terra Pura, ou Jodo Shinshu em japonês, é  conhecido por “a verdadeira essência dos ensinamentos da Terra Pura”. É um caminho da liberação do sofrimento para um vida do despertar baseado no ensinamento, prática e realização.

O ensinamento é a semente que faz crescer em nós a confiança no Voto do Buda em libertar todos os seres do sofrimento. A prática se refere às ações que os ensinamentos nos sugerem. A realização é o despertar em nós do anseio de ir nascer na Terra Pura, o nirvana, que nos leva à mente da grande compaixão do Buda.

Shinran Shonin (1173-1262), o fundador do Shin Budismo, não pretendia iniciar uma nova escola ou instaurar uma nova religião. Quando ele fala em verdadeiro ensinamento, alinha-se com os ensinamentos de Mestres eminentes da Índia, China e Japão, ao mesmo templo que estabelece um diálogo profundo e criativo com eles, iluminando, de um prisma pessoal, o que considera ser a linhagem espiritual do Budismo da Terra Pura, chamada por ele de “Caminho Fácil”.

Após 20 anos de tentativas frustradas no Mosteiro de Monte Hiei, Shinran encontra Honen e entra em contato com os fundamentos essenciais do Buda Gautama e do Budismo Mahayana, o Nembutsu, a recitação do Nome do Buda Amida, dirigida às  “pessoas comuns”, todos nós que vivemos na base da sociedade, os chamados leigos.

“Caminho Fácil” do Nembutsu é diferente de “simplista”. Ao contrário, dizer o Nome desdobra-se num aprofundamento progressivo da nossa consciência em consciência do Voto do Buda Amida.

A sabedoria desse ensinamento consiste em saber como é difícil a nós, seres humanos, resistir ao nosso egocentrismo, que destrói o tecido dos relacionamentos humanos, destroça a nossa vida e irrompe em raiva, inveja e ignorância até chegar à situação extrema dos conflitos e das guerras. O ensinamento nos mostra que mesmo com essas limitações, a vida pura de Amida chega até a nós, pouco a pouco, até que nos transformemos na pura luz brilhante Terra Pura.

O extraordinário do caminho do Shin Budismo é que não requer que ninguém se torne sábio ou perfeito. É como a imagem da flor de lótus que emerge no lamaçal do lodo. Como essa flor, a mente-coração concentrada em Buda Amida, também floresce a partir do reconhecimento das nossas limitações e imperfeições. Tal reconhecimento nos traz uma grande alegria.

Para ler mais sobre a História do Budismo da Terra Pura, clique aqui