20.10.2016

MEDITAÇÃO

postado por Templo / no comentários

Meditação Cantada

O canto é nossa atividade primeira e original. Nascemos cantando – ou chorando – e essa memória nos acompanha durante toda vida.

O canto principal no Budismo da Terra Pura é o Shoshinge, composto por Shinran Shonin no século XIII e recitado, desde o século XVI, por milhares de pessoas em todas as partes do mundo. Shinran Shonin compôs o Shoshinge para transmitir a essência dos ensinamentos do Shin Budismo em forma cantada, mais fáceis de se apreender. Durante esse canto, ou meditação cantada, o processo meditativo é natural e espontâneo.

Cada um dos versos do Shoshinge foi composto de tal forma que a respiração é parte fundamental do processo: deve-se inspirar antes de cada verso e a emissão da voz acompanha a expiração. É por isso que ainda se canta na composição original em japonês, para preservar os três pilares da recitação meditativa: a atenção plena, o esforço e a concentração para cantar em harmonia com os outros.

No momento da recitação, as qualidades de Amida – compaixão e sabedoria – vibram no nosso corpo e a nossa mente se liberta da censura, do julgamento e da intencionalidade.

Ainda como parte do ofício da meditação cantada, ao final de cada meditação, o monge lê uma carta do mestre Rennyo, seguida de um ensinamento.

Para instruções sobre participação nos ofícios de meditação cantada, faça o download do arquivo em pdf aqui.

 

Horários do Ofício Budista com Meditação Cantada:

Sábados e Domingos: 9h

Grupo para Iniciantes: Quartas às 19:30

 

Meditação Contemplativa

 

A Meditação Contemplativa, num primeiro momento, pacifica os nossos sentidos e reorienta a nossa postura física e mental para receber a mente tranquila (anjin) e confiante (shinjin) do Buda Amida e de sua Terra Pura.

Essa sensação de conforto e paz é experimentada no repouso da mente como um céu azul sem nuvens, e um mar profundo e sereno após a observação dos nossos pensamentos, sentimentos e emoções.

O Sutra da Contemplação descreve a Terra Pura do Buda e é nele que se baseia a meditação contemplativa. É uma experiência em que a nossa mente, habitada de pensamentos, sentimentos e emoções impuros, une-se à mente pura, clara e luminosa do Buda, seja pela visualização precisa e detalhada das cenas dessa Terra Pura e do Buda Amida, seja pela recitação do nome do Buda (Namo= eu tomo refúgio; Butsu = no Buda).

À medida que nos aprofundamos nas contemplações, surge em nós a consciência do aqui e agora, não o que é capturado pelo ego pequeno e controlador, mas o  reconhecimento da vida condicionada, com suas marcas de impermanência, interdependência e insubstancialidade.

Ao reconhecermos o aqui e agora como ele realmente é, podemos viver a vida em agradecimento.

 

Cursos de Introdução ao Budismo e Meditação no Templo:

Os próximos cursos devem iniciar em Fevereiro de 2017. Mais informações em breve por aqui ou em nossas redes sociais.

Interessados podem entrar em contato a partir do email: templobudistadf@gmail.com