Os 8 Passos do Caminho do Voluntariado

postado por mongesato / 01 comentários

  1. No budismo, doação (dana) é um ato importante de aperfeiçoamento do caráter (paramita) para aclarar o nosso apego e refletir sobre o ego.
  2. A Quermesse de Agosto que o Templo Shin-Budista Terrapura de Brasília realiza há 40 anos tem profundo significado espiritual – homenagem aos antepassados, agradecimento à vida e à natureza, confraternização comunitária – e sentido prático importante por ser a sua principal fonte para pagar os salários dos funcionários, gastos gerais e de serviço público e de conservação das instalações e da construção.
  3. Assim, voluntária (o) s da Quermesse são pessoas que, de livre e espontânea vontade, fazem doação do seu tempo, boa vontade e empatia para que o Templo possa melhor cumprir a sua função social de promotora do evento.
  4. Não é preciso ser budista para ser voluntária (o) mas que tenha simpatia pelo budismo, que aprecie se relacionar com pessoas de forma indiscriminada e que goste do Templo, sendo frequentador ou não.
  5. Necessitamos de voluntária (o) s para atender pessoas na ENTRADA, como GUIA de orientação e encaminhamento, na NAVE para esclarecimentos e meditação, entrega de fichas no CAIXA, atendimento no BALCÃO de comida típica, animação da DANÇA, microfone no PALCO e outra funções que sempre surgem na hora.  Mais do que isso, ser voluntária (o) significa oportunidade de trabalho coletivo para aprofundar o conhecimento mutuo como comunidade – sanga – que se abriga no Templo e seu representante, qualquer que seja a atividade que participa.
  6. A Quermesse começa às 16,00 horas e termina às 22,00 horas, com lanche e refeição para os voluntários e se realiza todos os fins de semana de Agosto.
  7. Gostaria de contar com você pois estamos retornando ao espírito original que consistia na comunidade que doa seu tempo, boa vontade e empatia para atender a coletividade, para se autoconhecerem na alegria, paz e fraternidade e que “tomem conta“ do Templo. Os serviços de cozinha, limpeza, segurança e os brigadistas são profissionalizados por norma legal.
  8. Você não precisa estar aqui todas as dez noites – dias 3 e 4, 10 e 11, 17 e 18, 24 e 25, 31 e 1º de Setembro.  Entretanto, para montar escalas e turmas de revezamento em funções específicas, a responsabilidade do compromisso assumido é budista, ou seja, é espontânea, mas séria.